4 brincadeiras tradicionais para ensinar à tua gurizadinha

Por CLUBE DA GURIZADINHA      10/06/2019 11:36:44    

4 BRINCADEIRAS TRADICIONAIS PARA ENSINAR À TUA GURIZADINHA.

Buenas, gauchada! Com este período de descanso dos estudos, a gurizadinha costuma ficar bastante atucanada em casa. É comum o contato com as tecnologias aumentar durante as férias escolares, já que a criança tem mais tempo disponível e menos tarefas para realizar, e devemos ter um baita cuidado com o excesso de jogos eletrônicos e programas de televisão. O ideal é que a criança realize atividades que exigem movimento e estimulem a sua criatividade, por isso vamos relembrar algumas brincadeiras tradicionais que tu podes fazer para divertir a tua gurizadinha nas férias:

 

1 BODOQUE

Conhecido em outros estados como estilingue, o botoque era um brinquedo muito popular entre os gauchinhos. Feito de madeira, o instrumento em forma de Y, que tinha uma borracha com um pedacinho de couro amarrado nas duas pontas superiores, era usado para brincar de “tiro ao alvo”. Com pedrinhas, ou bolinhas de cinamomo, a criança tenta acertar latinhas ou alvos de papel. É uma brincadeira que, além de criar um envolvimento pela confecção do brinquedo, auxilia no desenvolvimento da coordenação e dos reflexos da criança. Até hoje ainda existem campeonatos de bodoque para adultos e crianças em algumas cidades pelo sul do País, e ganha o competidor que acertar o maior número de alvos.

 

2 CARRINHO DE LOMBA

Chamado gauchescamente de carrinho de lomba, pela característica do local onde se brinca, esse brinquedo também é conhecido como carrinho de rolimã. Normalmente é uma estrutura de madeira com rolamentos/rodinhas e um freio de mão. A criança senta sobre o carrinho e desce a ladeira (lomba). Os carrinhos podem ser personalizados com estruturas de papelão e são ideais para a gurizadinha mais aventureira. Mas não esqueça de colocar capacete, joelheira e cotoveleira na criança, a segurança vem sempre em primeiro lugar! O mais tri desse tipo de brincadeira é construir o brinquedo. Quando a criança se emprenha na façanha de confeccionar o brinquedo, o apego é muito maior. Além de estimular a criatividade, estabelece um baita vínculo com o brinquedo e o momento do brincar, e assim se constroem as lembranças nostálgicas que levamos por toda a vida.

 

3 CINCO MARIAS

É difícil achar um gaúcho que não tenha brincado de 5 Marias na infância. Que tal resgatar esse costume para ensinar à tua gurizadinha? É só encher 5 pequenos saquinhos de tecido com arroz, costurar e começar a brincadeira. O jogo exige habilidade para jogar um saquinho para o alto e juntar o restante do chão sem que esse caia. O jogador junta uma Maria por vez, depois duas, e assim sucessivamente. Quem errar passa a vez para o próximo jogador, e vence o que conseguir finalizar todos os desafios.

 

4 CANTIGAS DE RODA

Populares do Oiapoque ao Chuí, as cantigas de roda fizeram parte da infância de muitos gaúchos. É só cantar o primeiro verso que o resto vem automático na nossa cabeça. Aos poucos, algumas brincadeiras vão sendo deixadas de lado, mas um costume tão especial como esse deve ser passado de pai para filho. Que tal ensinar algumas dessas cantigas para o teu(tua) pequeno(a)? Aqui estão algumas das cantigas mais populares e divertidas:

 

CIRANDA, CIRANDINHA

Ciranda Cirandinha

Vamos todos cirandar

Vamos dar a meia volta

Volta e meia vamos dar

O Anel que tu me destes

Era vidro e se quebrou

O amor que tu me tinhas

Era pouco e se acabou

Por isso dona (nome da criança)

Faz favor de entrar na roda

Diga um verso bem bonito

Diga adeus e vá embora

 

ATIREI O PAU NO GATO

Atirei o pau no gato, tô

Mas o gato, tô tô

Não morreu, reu, reu

Dona Chica, cá cá

Admirou-se, se se

Do berrô, do berrô, que o gato deu, Miau!

 

BORBOLETINHA

Borboletinha tá na cozinha

Fazendo chocolate

Para a madrinha

Poti, poti

Perna de pau

Olho de vidro

E nariz de pica-pau pau pau

 

ALECRIM

Alecrim, Alecrim dourado

Que nasceu no campo

Sem ser semeado

Alecrim, Alecrim dourado

Que nasceu no campo

Sem ser semeado

Foi meu amor

Que me disse assim

Que a flor do campo é o alecrim

Foi meu amor

Que me disse assim

Que a flor do campo é o alecrim

 

De bônus ainda vamos te dar mais uma dica para fazer com a gurizadinha nas férias e pelo resto do ano: leitura. O hábito de ler ajuda a desenvolver vocabulário, pensamento crítico e ainda estimula a imaginação. Leitura é brincar e é aprender, então vamos compartilhar esse #orgulhodeserleitor.

2019 Copy - CLUBE DA GURIZADINHA - Todos os Direitos Reservados

Plataforma para clubes: Plataforma para Clube de Assinaturas